ARMAI-VOS UNS AOS OUTROS

Atualizado: Jun 29


"Armai-vos uns aos outros" Ilustração: Dinho

Deus ligou pro Diabo, pediu pra se encontrarem numa pizzaria, no fim da noite, em Copacabana.

Sentam na última mesa. No quase-escuro do salão. Deus tira o celular do bolso, mostra pro Diabo.

Nunca pensei nisso. Meu eu. Eu me livre.

-Tu que fez isso aqui?

-Eu?

-É, porra. Olha aí o que chegou mensagem pra mim no inbox. Os cara tão botando tudo no meu nome, porra.

-Eu não incentivei, nem, mano: eu nem ando por aqui mais. Eu tô morando em Juererê Internacional, montei uma hamburgueria inspirada numa grande empreendedora, a Bel Zebu.

-Pesce.

-Nera Zebu? -Maluco, foca. Os cara tão dizendo que eu matei Boechat. Eu ouvia Boechat, cara. Boechat tá morando num apart-hotel aqui na Nova Jerusalém que eu vou botar ele numa mansão que vagou na Litorânea de Canaã

-Aquela que tinha uma piscina com uma menorá de azulejo no fundo? -Essa. -Mas essa não era do...

-Cunha? Esse aí, rapaz, nós descobrimo que ele tava se beneficiando das oração da mãe, rapaz. Ela orava, na hora do "amém", ele gritava antes dela, aí a gente computou pra ele. O cara é 71 até aqui, olhe para aí. -Porra. Esse é brocador memo.

-Mas mano, não é isso. É, porra, de onde saiu essa informação que Malafaia é meu homem? -Eta caralha. Disseram isso?

-"Homem de Deus. Por isso o helicóptero..."

-vish.

-Meu homem o caralho, porra. Eu lá dependo de pastor nascido na Vila da Penha, que passou a vida comendo frango assado na Garota do Papai, fez Gama Filho, veja só, Gama Filho FALIU, porque um monte de pastor lá assumiu a faculdade, nem o babaca do Anderson França consegue voltar a estudar mais porque não tem mais como pegar histórico escolar.

-Mas o Anderson França o senhor sabe né...ele é meu sobrinho. Ele e Speed Freaks. Já lhe pedi pra aliviar o menino, que ele é maníaco-depressivo.

-Eu não sei o que esse pessoal quer, Edson.

-Rapaz, fale baixo. Não usa meu nome real assim não.

-É tu que tá armando essa porra, tu nunca resolveu nossa parada envolvendo Maria...

-Mermão, eu já disse. Eu divirjo de você várias paradas. Sou liberal nos costumes e pornográfico na economia. Você, me desculpa, com todo respeito, me desculpa, me desculpa mermo, com todo respeito mermo, você é que vai ter que assinar esse BO aí, meu pai. Quem escreveu a Bíblia foi você. Os cara tão usando A BÍBLIA. Não tão usando nada meu. Nem as coisa que eles falam que são minhas. Pirassununga 51, maconha, música de trás pra frente da Xuxa. Tão usando só a Bíblia pra bagulhar as porra toda. Lamentável, mas vê aí.

-Não é possível. Eu não disse que era pra ter pena de morte.

-NA VERDADE DISSE SIM.

-Disse, caralho, disse, mas lá 5 mil anos, porra. Na época os cara não tinha o quê? Uma corregedoria, uma defensoria, um BOVESPA, uma inicial, um embargo de declaração, um agravo de instrumento, então, passou a piroca na esposa do outro, era pedrada na cabeça. Mas eu mudei, cara. Eu fiz terapia. EU INVENTEI A TERAPIA. Botei na mão de um judeu, cara da minha confiança. Freud era meu fechamento. Me ajudou pra caralho. Só ele pra entender minhas neurose de Velho Testamento.

-É mas aí você tinha que botar: "Esse documento tem validade até outubro do ano 3 Depois de Cristo.

-Eu não me liguei que os cara ia usar isso em 2019, porra.

-Deu mole, querido. Muito confiado. Tu se fudeu todo sozinho, nem precisou de mim. Criou o homem, VOCÊ criou. Escreveu a Bíblia, falou mal de mim pra caralho. Meteu a jéba em mim. Agora tá aí. Os cara tá pior que eu. Naquele tempo lá, aparecia uma coroa dessa dizendo que holandês masturbava de menor, tu tacava fogo no corpo da pessoa. Hoje fica passando a mão na cabeça.

-Passando o caralho, porra. Eu preciso cancelar esses texto todo aí.

-Vai ter que cancelar tudo. Porque né? O último foi escrito em 98 D.C. Escreve um novo.

-Já tentei. Outro judeu, meu parça.

-Marx?

-Tentei. Tava numa brisa acadêmica. Queria problematizar.

-Deu ruim?

-PSOL de Laranjeiras, querido. Ciranda. Tarcísio, de Princesa Lea.

-Puta merda. Daí qual vai ser? Afogar geral tu já fez. Tem que ter originalidade.

-Vou largar de barriga.

-Meter o pé?

-Sumir. Vou pra Piracicaba.

-Vai pro Porto, fazer mestrado. É onda agora.

-Vou abrir uma startup de yoga orgânico.

-Some.

-Isso.

-Quem diria né, meu leal? Nós tretou tanto, os cara roubaram teu livro, cagaram pra tu, e ficaram pior que eu.

-Nunca pensei nisso. Meu Eu. Eu me livre.

-Aí ó. Esse pedaço de calabresa aí. Quer?

-Perdi a fome.

-Amauri! Traz mais uma Malzibier!

70 visualizações

Apoie vozes insiders independentes.

  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Preto Ícone Twitter
  • Ícone do Youtube Preto
  • Preto Ícone Spotify

© 2023 por Anderson França e Su. Orgulhosamente criado com Wix.com